Blog da Junta de Freguesia
comentar
publicado por jfcvcastanheira, em 30.05.09 às 01:17link do post | favorito

Brasão da Freguesia

 

Se algum dia quiser contactar a Junta de Freguesia de Cimo de Vila da Castanheira, pode fazê-lo da seguinte forma:

 
 

 - Pelo telefone n.º 276958025

 

- Por email: jfcimovcastanheira2@sapo.pt

 

- Pelo telefone do presidente: 276955111

 

- Pelo telemóvel do presidente: 934660617

 

- Pelo telefone do secretário: 276956286

 

- Pelo telemóvel do secretário: 933438863

 

- Pelos emails do secretário: gilban@sapo.pt ou gspb@sapo.pt

 

- Pelo telefone do tesoureiro: 276936127 (em Dadim)

- Ou presencialmente às terças e quintas-feiras das 15.00 às 16.00 horas, na sede da Junta:

 

O endereço da Junta de Freguesia é:

 

      Rua 25 de Abril s/n.º

      5400-616 CIMO VILA CASTANHEIRA

 

 

Pode ver também outros blogs que falam de nós; por exemplo:

Chaves.blogs.sapo.pt (Chaves Rural- Cimo de Vila da Castanheira) ou cimodeviladacastanheira.blogs.iol.pt. Aos seus autores: Fernando Ribeiro (Chaves Rural- Cimo de Vila da Castanheira) e Lígia Maria Chaves Silva (Cimo de Vila da Castanheira- Freguesia Acolhedora) os nossos agradecimentos


comentar
publicado por jfcvcastanheira, em 30.05.09 às 00:42link do post | favorito

Vista lateral da Igreja de S. João Batista

 

O monumento mais antigo da freguesia, deve ser o castro celta, quase todo destruido, mas de que se conservam ainda alguns vestígios junto à capela de S. Sebastião.

Depois do castro temos a fonte da moura, perto da igreja paroquial de S, João Batista, onde se pode ver uma sepultura antropomórfica, cavada em pedra maciça.

A velha torre, parece datar do século X, mais concretamente do ano de 978, tendo sido mandada construir pelo conde Odoário, irmão do rei Afonso III das Astúrias e Presor de Chaves. É uma torre guerreira e não torre sineira, embora esteja quase acoplada à igreja paroquial, dela não faz parte e é perto de 200 anos mais antiga do que a igreja.

A Torre, parte da igreja e o muro do velho cemitério

 

A igreja paroquial de S. João Batista é monumento nacional (Decreto-Lei 45/93 de 30-11-1993), e dizia uma inscrição no seu tecto que deve ser do ano de 1131. É uma igreja de estilo românico e ainda conserva parte da cachorrada que simbolizava a discussão, que havia ao tempo, sobre o sexo dos anjos.

Já não monumento nacional mas sim monumento de interesse nacional é o castelo do mau vizinho, situado no rio Mousse. Para lá ir só de tractor ou montado nalgum jumento, pois situa-se já perto da aldeia de Orjais na freguesia de S, Vicente da Raia, e apenas caminhos de terra batida, nem sempre bem cuidados, nos podem aí levar.

Na aldeia existem mais algumas sepulturas antropomórficas, a servirem de bebedoiros para animais. Existem ainda casas antigas, construidas a granito da região, que são ainda um exemplo de como deve ser construida uma casa.

 

 

casa na rua direita

(pertença das herdeiras do Engº. Bento José Morais Sarmento)

 

casas na rua da Paz

(pertencentes ao professor António Joaquim Eira e Costa e ao sr. Fernando Melo)

 

Tanque público no Largo da Tulha

 

Casa da residência paroquial, onde a Associação Centro Social S. João Batista de Cimo de Vila da Castanheira, IPSS, vai construir o lar da 3.ª idade

 

Existe também uma casa florestal, em bastante mau estado de conservação, mas à qual está anexo o pavilhão dos bombeiros, recentemente construido pela Junta de Freguesia.

Capela de Dadim

Capela de Dadim

 


comentar
publicado por jfcvcastanheira, em 30.05.09 às 00:25link do post | favorito

 

Capelinha do Sr. da Piedade

 

A primeira festa anual que se realiza em Cimo de Vila da Castanheira é a 20 de Janeiro e é dedicada a S. Sebastião. É normalmente a festa do fumeiro, pois os enchidos, os pés fumados, as orelheiras fumadas, estão ainda frescos e o carnaval não vem muito longe.

Depois no dia 24 de Junho realiza-se a festa do padroeiro da freguesia: S. João Batista. É essencialmente uma festa de convívio. Pelo meio da tarde desse dia o pároco celebra a missa na igreja Paroquial e à saída reunem-se os participantes para uma merenda à base de sardinha assada, febras e pão e vinho. Nalguns anos há também uma gaiteirada.

Interior da Capela de S. Sebastião

 

Depois no mês de Agosto são as festas nas duas aldeias da freguesia. 1.º a de Dadim, ao Anjo da Guarda, no 2.º domingo de Agosto. No 4.º domingo, realiza-se em Cimo de Vila a festa em honra do Sr. da Piedade.

 

O Senhor da Piedade

 

A juventude da Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Cimo de Vila da Castanheira, costuma organizar um bailarico, pela passagem de ano, com um conjunto musical e muito convívio.

 

Cimo de Vila da Castanheira tem feira ao dia 7 e ao dia 20 de cada mês.


comentar
publicado por jfcvcastanheira, em 29.05.09 às 00:22link do post | favorito

Na freguesia de Cimo de Vila da Castanheira existem 2 associações com existência devidamente legalizada. São elas:

1- Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Cimo de Vila da Castanheira, com actividades de âmbito desportivo e de âmbito cultural.

2- Associação Centro Social S. João Batista de Cimo de Vila da Castanheira, I.P.S.S. que tem por finalidade a construção de um lar para a 3ª idade e apoio social.

 

A Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Cimo de Vila da Castanheira, presidida por Nuno Miguel Rodrigues Pereira, tem representado a freguesia em diversos torneios de futsal, nomeadamente, no torneio interfreguesias organizado pela Câmara Municipal de Chaves. Foi esta Associação que realizou o «Ramo» no Natal de 2007, que tem recuperado a tradição de cantar a «Coroa» na Quaresma, bem assim como a «Serrada da Velha», e o tradicional desfile de carnaval. Tem ainda organizado a festa da passagem de ano, e outras actividades de carácter recreativo. Pertence a esta associação o agrupamento «Stepgirls».

 

A Associação Centro Social S. João Batista de Cimo de Vila da Castanheira, Instituição Particular de Solidariedade Social, depois de uma comissão instaladora constituda por: José Bruno Pereira, Gilberto dos Santos Pereira Bandeira, Guilherme António Tomás, Manuel Noribal Bandeira Gonçalves e António Joaquim Teixeira Alves, ter tratado todo o processo de legalização, quer a nível do Registo de Pessoas Colectivas quer a nível da Segurança Social, candidatou-se ao programa POPH do FSE, para a construção do lar da 3.ª idade, na antiga casa da residência paroquial. Para que todo o processo entrasse na fase de funcionamento normal, no passado dia 20 de Junho, procedeu-se à eleição dos órgãos sociais da associação que ficaram assim constituidos: 1- Mesa da Assembleia Geral: Lígia Maria Chaves Silva, Susana Silva Pereira e Maria José Vieira Gonçalves; 2- Direcção: Presidente- José Bruno Pereira; Vice-presidente: Gilberto dos Santos Pereira Bandeira; Secretário: Eng.º Guilherme António Tomaz; Tesoureiro: António Joaquim Teixeira Alves e vogal: Manuel Noribal Bandeira Gonçalves; 3- Conselho Fiscal: João Carlos Lázaro Lopes, Manuel Torres e Joaquim Eduardo Alves Pedroso.

Em 23 de Junho no Cartório da Notária: Ana Rita Fernandes Sá, a comissão da Fábrica da Igreja Paroquial de Cimo de Vila da Castanheira, representada pelo sr. padre António Guerreiro Guerra, procedeu à escritura de justificação de posse do prédio urbano sito no Meio do Povo à rua Direita, inscrito na Matriz predial sob o artigo n.º 273 e conhecido por casa da residência. Pela mesma escritura a Comissão da Fábrica da Igreja Paroquial de Cimo de Vila da Castanheira, fez doação do direito de superfície do citado prédio a favor da Associação Centro Social S. João Batista de Cimo de Vila da Castanheira, IPSS, a qual esteve representada por José Bruno Pereira, Gilberto Santos Pereira Bandeira e Guilherme António Tomaz e serviram de testemunhas: Herculano José do Nascimento, Justino Carneiro Pintor e Manuel Teixeira Silva.


comentar
publicado por jfcvcastanheira, em 29.05.09 às 00:09link do post | favorito

Sede da Junta de Freguesia

 

Na sequência das eleições de 2005, a Freguesia de Cimo de Vila da Castanheira, tem os seus órgãos autárquicos constituidos da seguinte forma:

1- Junta de Freguesia:

                 Presidente: José Bruno Pereira (P.S.)

                 Secretário: Gilberto dos Santos Pereira Bandeira (P.S.)

                 Tesoureiro: Anselmo Preto Lavrador (P.S.)

2- Assembleia de Freguesia:

                  Preidente: Hermínio Reis (P.S)

                  1.º Secretário: Ilidio Jorge Marques (P.S.)

                  2.º Secretário: Lígia Maria Chaves Silva (P.S.)

                  Outros membros: Octávio de Jesus Alves; Eurico Fontoura Esteves (P.S) e Jorge Manuel Fernandes Silva e Ilídio João Pereira (P.S.D.), consequência da votação para a Assembleia de Freguesia que foi a seguinte: P.S. 299 votos; P.S,D. 102 votos.


comentar
publicado por jfcvcastanheira, em 27.05.09 às 22:05link do post | favorito

 

UM POUCO DE HISTÒRIA

 

O Nome de Cimo de Vila da Castanheira, provém do latim: Cumme Villae, em que cumme queria dizer o ponto mais alto e Villae, todos nós sabemos que é um aglomerado populacional, normalmente da mesma família. Castanheira é o nome de um conjunto de aglomerados populacionais que hoje se repartem pela freguesia de Cimo de Vila da Castanheira e de Sanfins da Castanheira. E acontece que Cimo de Vila da Castanheira, fica precisamente no ponto mais alto destes aglomerados.

No entanto há indícios que nos devem levar a concluir que Cimo de Vila da Castanheira, embora tenha herdado o seu nome da ocupação romana, é mais antiga do que essa ocupação. Veja-se que a foto que apresentamos, da capela de S. Sebastião, mostra ainda vestígios de um castro celta que naquele monte existiu.

Que os romanos estiveram por aqui, ninguém pode ter dúvidas, pois além do nome da povoação, sítios há que ainda conservam nomes que são derivados do latim, por exemplo «quarquas» que nos diz que foi um local habitado por um povo chamado quarquénios, um dos povos que figuram no padrão que perpétua a memória dos povos que participaram na construção da ponte romana de Chaves.

Já depois de finda a estadia dos romanos na península ibérica, Cimo de Vila da Castanheira, foi ponto importante na defesa dos diversos reinos que nos governaram, nomeadamente as Astúrias, como se prova pela torre adjacente à igreja paroquial de S. João Batista, pois sabe-se hoje que foi mandada construir pelo conde Odoário, irmão do rei Afonso III das Astúrias, presor de Chaves e mandatado por seu irmão para povoar as terras de Chaves e para as defender das investidas dos mouros. E esta torre, que deve datar do ano 978, era um dos pontos estratégicos na defesa da cidade, juntamente com outros que proliferam ao longo de uma linha que por aqui passa.

 

jfcvcastanheira

A Igreja de S. João Batista tinha, não há ainda muito tempo, inscrito no seu tecto a data de 1131, pelo que se presume que seja dessa data (ou mais antiga) e ainda se podem ver alguns cachorros que consubstantivam a discussão que na idade média existia sobre o sexo dos anjos. Junto da Igreja e sobretudo na Fonte da Moura, não muito distante da igreja, existem sepulturas antropomórficas, lavradas em pedra maciça, o que nos demonstra a existência de habitantes em tempos ainda mais antigos. Aliás, dentro da própria aldeia há outras sepulturas antropomórficas, que hoje servem de bebedouros para animais.

 


comentar
publicado por jfcvcastanheira, em 27.05.09 às 00:26link do post | favorito

 

Imponente a Igreja paroquial desta Freguesia!

Igreja de S. João Batista  e a seu lado a velha torre


comentar
publicado por jfcvcastanheira, em 26.05.09 às 12:54link do post | favorito

 

Cimo de Vila da Castanheira, situa-se no concelho de Chaves, distrito de Vila Real. Dista da sede do concelho, cerca de 23 quilómetros, e confronta com as freguesias de: Águas Frias, Travancas, Tronco, Sanfins da Castanheira, S. Vicente da Raia e Lebução (concelho de Valpaços).

A freguesia compõe-se de dois aglomerados populacionais: a aldeia de Cimo de Vila da Castanheira e a aldeia de Dadim. Tem recenseados 813 eleitores, sendo 527 da sede da freguesia e 286 da aldeia de Dadim.

 

 

Aldeia de Dadim


mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
28

31


arquivos
pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds